Blog do Maria

13/03/2010

Fla x Vasco, com Adriano na berlinda

Mais uma edição do clássico dos milhões. Flamengo e Vasco se enfrentam e, pela tradição e rivalidade, será um jogão. Adriano e Vagner Love reviverão a dupla “Império do Amor”, o que de certa forma dá ao time rubro-negro a condição de favorito.

A grande expectativa em relação ao jogo será o desempenho de Adriano, que, acompanhado de alguns jogadores do Flamengo, entre eles o goleiro Bruno, envolveu-se em problemas  na favela da Chatuba, no Complexo do Alemão.  Por isso, estará na berlinda. O próprio  Dunga quer analisar o desempenho do Imperador. 

Vitória é sempre importante e, por se tratar de um clássico, o vencedor praticamente garante vaga nas semifinais, pois a diferença entre grandes e pequenos é imensa no Estadual do Rio. O que não pode acontecer é o grande perder ponto para o pequeno, aí sim passa a correr algum risco. Ainda assim mínimo.

Porém, um fato preocupando neste grande jogo. Facções dos dois clubes se confrontaram em Niterói, um torcedor vascaíno morreu e três outros foram hospitalizados. Em razão disso, teme-se por mais problemas no Maracanã.  

Uma pena as autoridades não conseguirem acabar com esse tipo de coisa que afugenta dos estádios os torcedores do bem.

 

Flu empata mas lidera

O Fluminense empatou em 1 a 1 com o América, no Engenhão. Ainda assim está em primeiro no Grupo A e permancerá na frente caso o Vasco derrote o Flamengo.  Mesmo sem Diguinho, Conca e Júlio César, a equipe tricolor saiu na frente, com um gol de Marquinho, mas jogou mal e foi dominada a maior parte do tempo. Coube a Júnior empatar.

Detalhe: antes de o jogo começar, houve um minuto de silêncio como protesto pela possibilidade de o Rio de Janeiro perder os royalties do pré-sal. Aos 15 minutos do primeiro tempo Everton e Jones Carioca foram expulsos e as duas equipes atuaram a maior parte do jogo com apenas 10 jogadores.

 

 

Por Maria às 22h56

O "julgamento" do Imperador num bar do Leblon

                                

                              "Dura Lex Sed Lex"  num bar do Leblon

 

Ponto final para este último affair Adriano e que mereceu comentários até em Brasília. Assim espero. Nem o presidente Lula  aguenta mais.

E uma coisa ficou bem clara ao final da novela "O Imperador": os mais ardorosos rubro-negros consideraram normal a atitude de Adriano, não viram nada grave e consideram que o importante é o jogador entrar em campo fazer gols e conquistar títulos para o Flamengo. Outros flamenguistas - acho até que a minoria - pensam diferente: consideram que qualquer profissional independentemente do status não pode faltar aos treinos, perder vôos da delegação, desfalcar o time por problemas extra-campo e ficar por isso mesmo.

O assunto foi  dos mais polêmicos e gerou discussões e debates acalorados. Nas ruas, no metrô e principalmente nos bares o assunto “Adriano” podia sempre ser escutado. Até no blog o bicho pegou bonitinho. 

E num bar do Leblon presenciei espirituoso debate. Parecia até uma sessão de julgamento.  Do lado de dentro do balcão, o dono do estabelecimento travestiu-se de "Sua Senhoria". Do lado de fora, clientes mais participativos eram “advogados" e "promotores”:

Lá para as tantas, gargantas cansadas mas sempre umedecidas por goles de gelado chopinho, o julgamento chegou ao final no momento em que um dos argumentos de defesa gerou réplica e tréplica dos “Senhores Doutores”:

O “advogado ” : “ Não tem nada demais tomar até três chopinhos. O próprio Ricardo Teixeira diz que pode. Proibido é tomar o engradado todo”.

O “promotor” interrompeu a defesa: “Péra aí, ninguém toma três chopinhos e vai para casa. Dois tudo bem, mas se sair o terceiro, o cara fica até o sol raiar.

Aí veio a tréplica de outro “Senhor Doutor”: “Gente, o Adriano quer disputar a Copa do Mundo, não quer?. Então, ele tem mais é que dar força ao patrocinador da seleção (Brahma)  e esquecer o do Flamengo (leite Batavo). Tá explicado? Por isso, proponho um brinde a todos". Risadaria geral, claro; e a "sessão de julgamento" foi interrompida e adiada.

Quando pessoas do bem se reúnem para discutir futebol o momento é de alegria contagiante. Não se imagina a possibilidade de qualquer atitude violenta. E se é assim, viva o Imperador.

Agora, se dirigir não beba.

Por Maria às 10h14

Frases da semana

“Toda mulher merece carinho e respeito”. (goleiro Bruno)

 

“Beber uma cervejinha não tem problema nenhum. O que não pode é beber um engradado”.  (presidente da CBF, Ricardo Teixeira)

 

“Dunga me conhece bem como jogador”.  (atacante Adriano)

 

 “Querem empurrar para o Flamengo uma crise que não existe”.  (técnico Andrade)

 

 

Por Maria às 07h31

12/03/2010

Selesantos e sua fábrica de craques

Como mencionei a fábrica do Fluminense, em Xerém,  vários amigos do blog lembraram o trabalho realizado há décadas pelo Santos.

De fato, um trabalho espetacular. O seu cartão de visitas foi Pelé. Como se não bastasse o Rei, vieram Pepe, Edu, Clodoaldo, Cláudio Adão, Juari, Pita entre outras grandes estrelas. E, mais recentemente Robinho, Diego, Neymar, André, Ganso.

Claro que a fábrica continua trabalhando a pleno vapor e dentro em breve surgirá um meia que tem tudo para ser admirado e cortejado em todo planeta: Chama-se Jean Chera, que está com 14 anos e existe a possibilidade de ser usado na próxima Copinha.

Quem me passou esta informação foi o fantástico "Santástico", um dos mais participantes comentaristas do Blogdomaria. Para provar a categoria do garoto, ele me enviou o endereço que repasso para vocês  conferirem:

http://www.youtube.com/watch?v=DWf28vVoKN8&feature=related   (na ocasião da filmagem, Jean tinha apenas 13 anos).

Por Maria às 17h10

Xerém, a fábrica do Flu não pára

Maicon  foi mesmo para não voltar. Alguma surpresa? Acho que não. O próximo será Wellington Silva, que no início de 2011 se apresentará ao Arsenal. O Fluminense forja o craque em Xerém e depois o vende para o exterior ou mesmo para clubes brasileiros. É uma política antiga e para o sustento do próprio clube.

A lista de jovens promessas  negociadas é imensa. Apenas alguns nomes: Carlos Alberto, Marcelo, Rodolfo, Roger, Flavio, Maurício, Diego Souza,  Fernando,Toró, Lenny, Marco Brito, Antonio Carlos e Junior César, entre outros.

Há ainda o caso dos gêmeos Fábio e Rafael, que acertaram com o Manchester United, ainda “moleques”.

Os fabricantes poderiam pensar um pouco mais no consumo interno, não acham?

Por Maria às 03h11

11/03/2010

A prova do "crime" com foto e tudo

Quando escrevi sobre os problemas relacionados a Adriano fui acusado em muitos comentários de ser anti-flamenguista e que eu deveria deixar de ser rancoroso e por aí vai. Em várias respostas deixei claro que torço para ele voltar a ser o Imperaor e que tenho grande afinidade com o Flamengo, clube que defendi como remador e fui duas vezes campeão brasileiro, o mesmo acontecendo com o Botafogo, que é o clube que torço.

Então, recebi muitos emails pedindo que eu colocasse a foto da época em que remei pelo Botafogo e Flamengo, senti-me na obrigação de procurá-las,  para em seguida  escaneá-las e depois postá-las.  Saudades daqueles tempos, era uma galera da melhor qualidade.

Não recebíamos um centavo sequer e nem poderia. Naquela época, as modalidades olímpicas eram amadoras mesmo. E todos levavam a sério o compromisso. Os treinos começavam às 5 da manhã porque  depois tínhamos que estudar ou trabalhar. À tardinha ainda voltávamos para completar a programação de treinos. Às 20h30m, era hora de cair no berço dos alojamentos do clube e apagávamos em sono profundo. Cerveja? Nada disso, raramente bebíamos. . 

O engraçado é que depois do treino na água a gente corria em volta da lagoa e como poucas pessoas faziam exercícios na rua havia sempre um engraçadinho para tirar um sarro: "Pega ladrão, pega ladrão", mas ficava por isso mesmo. Dias de regata, o  Estádio de Remo recebia de 10 a 12 mil pessoas. Era uma grande festa.  

                                   Fotos do Maria

     

Pela seleção, premiação em Portugal. No oito do Botafogo e no quatro do Flamengo sou o terceiro da esq. para dir. Para facilitar: o mais cabeludo dos dois barcos hahaha  

Por Maria às 20h05

Botafogo contrata o "Fenômeno", do remo

Scullerbrasil-Divulgação

Anderson Nocetti tem 26 títulos nacionais

Disposto a conquistar o Estadual de Remo, o que não acontece há 47 anos, o Botafogo contratou o campeoníssimo  Anderson Nocetti, cujo currículo tem simplesmente 26 títulos de  campeão brasileiro, 10 sul-americanos e seis medalhas em Jogos Pan-Americanos. O clube alvinegro quer mais:  o remador catarinense, que remava no Grêmio Náutico União (RS), apenas abre uma lista de 10 reforços. 

E modéstia à parte gente, acreditem: fiz parte da equipe que conquistou o último título de remo para o Botafogo. Mas isso faz tanto tempo que naquela época até cabelo eu tinha... hahaha. 

Por Maria às 12h10

Já merece o apelido Selesantos?

Claro que muita gente está dizendo: “Também, né, em cima do Naviraiense...”. Mas foi por 10 a 0, lembrem-se disso. E digo a vocês com a maior sinceridade: ao longo da minha carreira como jornalista nunca tive o privilégio de testemunhar in loco um 10 a 0. Claro que essas goleadas acontecem como a do São Paulo sobre o Botafogo-PB, em 2001, pelos mesmos 10 a 0 e a do Atlético  Mineiro, ainda maior, por 11 a 0 em cima do Caiçara-PI.  Mas são raras.

 

E assim como eu, muito gente também nunca viu.  Portanto, os cerca de 12 mil torcedores que estiveram no Templo Sagrado são privilegiados. Não podemos esquecer o momento do Santos, o Santos atual, o Santos de Robinho, Neymar, André, Ganso e Madson, autor de dois gols, mas que esquenta o banco de reservas há algum tempo – de repente, quem sabe poderia ser lançado na lateral esquerda. Ele sabe defender, atacar e tem boa visão de jogo. Trata-se de uma jovem e bela equipe. Dá gosto de ver o Santos jogar.

 

Se irá conquistar a Copa do Brasil ou o Campeonato Paulista é outra coisa. Vai depender da regularidade nas campanhas, mas que é a grande equipe do momento não tenho a menor dúvida. Mas futebol é futebol e  domingo a Selesantos (e tem feito jus a esse apelido) enfrentará o Verdão. O jogo será na Vila, mas o Verdão está correndo atrás do prejuízo e pegará a Rodovia Anchieta com apetite voraz.

Certeza absoluta: será um jogão.

 

Por Maria às 11h01

Fla com um a menos vence Caracas: 3 a 1

O Flamengo com um jogador a menos (Toró foi expulso no início do segundo tempo) derrotou o Caracas por 3 a 1, em Caracas, e lidera o Grupo 8 da Libertadores. A equipe rubro-negra chegou a ser dominada, mas acreditou e mereceu a vitória. Vagner Love marcou dois gols e Rodrigo Alvim foi o autor do terceiro.   

Adriano, deprimido e em crise existencial, não viajou e treinou à tarde na Gávea, mas o Flamengo não precisou dele para vencer. 

 

 

 

Por Maria às 00h41

Gol de Dentinho mantém Corinthians líder

O jogo terminou 1 a 1, mas pode-se dizer que o empate do Corinthians com o Independiente Medellin teve sabor de vitória porque a partida foi disputada na altitude de Bogotá e o resultado manteve o Coringão na liderança do Grupo 1, da Libertadores.

Embora o Timão estivesse em desvantagem no placar e de certa forma dominado pelo time colombiano, sua luta acabou premiada: Dentinho, que substituiu Danilo, aos 14m do segundo tempo, empatou com belo chute da entrada da área.

 

Por Maria às 00h24

10/03/2010

Tá liberado.. tá tudo liberado no Fla

Oktoberfest

Uma dica galera: em outubro, as águas vão rolar em Blumenau

 

Alô pessoal, de acordo com o departamento médico  do Flamengo, o  álcool não atrapalha o rendimento de Adriano. Então, isso vale também para qualquer jogador e para quem pratica outras modalidades.

Você que é nadador, remador, joga vôlei, basquete, handebol, tênis, judô, faz atletismo, ginástica, enfim qualquer modalidade olímpica não se acanhe. Está tudo liberado.

Será mesmo? Certamente não entendi e a referência era para explicar que em vez do alcool, o problema atual do atacante é a depressão. Sei lá... difícil de entender. Até porque pessoas depressivas são terminantemente proibidas de beber.

Mas, de qualquer maneira, se dirigir não beba.

E por falar em Flamengo, hoje, sua equipe joga em Caracas e é bem superior ao adversário Caracas.

Sorte Mengão.

Por Maria às 13h42

Corinthians vai sofrer

 

 

Cuidado com a altitude Fenômeno. Céu azul não quer dizer nada

O Corinthians vai padecer hoje diante do Independiente Medellín pela Libertadores. Não me refiro ao momento do Coringão, que  ultimamente não faz jus ao merecido apelido Timão ou à qualidade do adversário. Mas em razão de a partida ser em Bogotá, a 2.650m acima do nível do mar.

De uns tempos para cá, até mesmo alguns especialistas só se preocupam quando o jogo acontece numa cidade localizada três mil metros acima do nível do mar. Claro que quanto mais alto pior, mas eu já estive algumas vezes em todas estas cidades e presenciei inúmeros casos de gente passando mal (jornalistas, jogadores, integrantes da comissão técnica) em Bogotá mesmo e sei perfeitamente como nosso organismo reage. Por isso, considero o empate excelente resultado.

Por não estar no esplendor da forma, acho que Ronaldo não atuará os 90 minutos. Só que sua presença é importantíssima, pois visão de gol o Fenômeno tem como poucos e de repente decide o jogo ainda no primeiro tempo.

Sorte Timão

Por Maria às 11h51

09/03/2010

Luz no fim do túnel

 

 

O Botafogo renovou por mais cinco anos  o contrato do goleiro Luis Guilherme, de 17 anos. Embora eu  não o tenha visto jogar,  certamente o jovem jogador tem qualidades. Pelo menos, ele vem sendo  convocado para a seleção brasileira sub-19 e é tricampeão da Copa Mediterrâneo.

Só que o Botafogo acordou antes que Luis Guilherme fosse descoberto e garantiu sua permanência  por bom período. Seria bom que os demais clubes agissem igual , a fim de segurar no clube os futuros craques.

Aqui no Rio, por exemplo, é publico e notório que Phillipe Coutinho e Wellington Silva  (dois excepcionais jogadores) estão com os dias contados no Vasco e Fluminense, respectivamente.  Parabéns presidente Maurício Assumpção.

Por Maria às 19h58

Patrícia quer a casa em ordem

A presidente do Flamengo, Patrícia Amorim, quer conversar com Adriano ainda hoje ou o mais depressa possível. Embora saiba que o jogador enfrenta sérios problemas, ela tem consciência de que alguma coisa precisa ser feita já. Quanto mais cedo melhor.

Se o encontro não acontecer hoje será amanhã. Patrícia tem urgência em saber o que Adriano pretende da vida em termos profissionais para então decidir. E, se o comportamento do Imperador afeta a imagem do clube, chegou a hora de agir.

Pelo menos, é o que se comenta nos bastidores da Gávea.

Por Maria às 07h19

08/03/2010

George Best 10 x 4 Imperador

 

 

George Best é reverenciado até hoje pelos fãs que visitam seu túmulo

 

    

O aeroporto de Belfast, na Irlanda, tem o nome do grande craque

 

  O momento vivido pelo Imperador me fez lembrar um dos jogadores mais consagrados e discutidos do mundo: o norte-irlandês George Best, tecnicamente  bem superior a Adriano, mas com estilo de vida parecido. O craque é  reverenciado até hoje pelos torcedores ingleses, principalmente os do Manchester United.

Best gostava da noite e falava abertamente sobre o que fazia. Enquanto teve fôlego, mostrou-se genial. E o mundo o tinha como celebridade. O craque, que chegou a ser comparado com Garrincha (que fora de campo também aprontava), deixava nossos "baladeiros" no chinelo.

O craque irlandês, morreu em 2005, aos 59 anos, em conseqüência de infecção pulmonar e hemorragia interna. No  confronto dentro e fora do  campo entre Best e Adriano , o norte-irlandês ganharia por goleada. Não diria 10 a 0, mas 10 a 4 estaria de bom tamanho.

Se dentro do campo brilhava, fora das quatro linhas causava furor.  Algumas frases do brilhante e polêmico craque.

 Quando lhe perguntaram sobre seu etilo de vida, respondeu: Em 1969 abandonei o álcool e as mulheres, foram os piores 20 minutos da minha vida”.

 Sobre a vida de Don Juan: “Dizem que tentei dormir com sete misses mundo. Não é verdade. Mentira, foram apenas quatro. As outras três vieram atrás de mim”.

 Se, em alguma ocasião, havia parado de beber: “Já cheguei a parar de beber, mas enquanto dormia”.

 Sobre o craque David Beckham: “Ele não chuta com o pé esquerdo, não sabe cabecear, não consegue fazer faltas e não é goleador.  Afora isso, é um bom jogador”.

 Como empregou o dinheiro que ganhou: “ Gastei muito dinheiro com bebidas, mulheres e carros. O resto, eu desperdicei”.

 Quando Pelé foi  o tema: “Pelé me disse que eu era o melhor jogador do mundo. Essa foi a maior homenagem que recebi”.

 

 Vale conferir a dica de um comentário:  "Pra quem não viu o Gerge Best jogar, eis uma compilação de suas jogadas:

 http://www.youtube.com/watch?v=nplemK3Y4ns Olhem e vejam de quantas faltas o cara sai, e continua a jogada, sem reclamar!!!
Secret man

E tem mais um golaço do homem, enviado no comentário do santosacm. Vejam:  http://www.youtube.com/watch?v=U2HWUbFGHMU

 

Por Maria às 12h53

Flu fez o seu papel. O Botafogo, não

Botafogo x Fluminense não parecia um dos grandes clássicos do futebol brasileiro. A começar pelo público pagante: apenas 11.280 pessoas. Tradicionalmente no futebol do Rio, esse número só é aceitável num  jogo entre grande e pequeno. E o Fluminense fazendo o seu verdadeiro papel, jogou como grande e venceu por 2 a 1. Já o Botafogo foi o pequeno da história. Ameaçando muito pouco o adversário, saiu na frente com gol de Herrera (pênalti), mas não teve forças para evitar a virada.

Fred, que perdera uma chance incrível, marcou um golaço. E quase no final, Wellington Silva fez bela jogada pela esquerda e Mariano marcou o gol da vitória.

 

Vasco bem perto da semifinal 

O Vasco não foi melhor que o Boavista, mas venceu por 1 a 0, em São Januário, graças a um pênalti sofrido e cobrado por Carlos Alberto. Resultado injusto? Claro que não. O pênalti aconteceu. Portanto... nada a reclamar. Se faltou competência para o Boavista aproveitar alguma chance, a culpa não é do Vasco, que, no finalzinho, poderia chegar ao segundo gol, num lance em que Phillipe Coutinho acertou uma bomba no travessão. Apenas 1.598 torcedores pagaram ingresso em São Januário.

A vitória deixa o Vasco numa situação bem confortável, já que dois clubes de cada grupo se classificam para a fase semifinal da Taça Rio e ele é o líder do B, com três pontos de vantagem sobre o Botafogo.

 

Por Maria às 00h29

07/03/2010

O líder Santos ficou devendo

Para falar a verdade, o time de Dorival Junior não mostrou o futebol que a torcida santista se acostumou a ver. A Portuguesa saiu na frente com gol de Héverton ainda no primeiro tempo e o empate só veio nos minutos finais através de de Zé Eduardo, acabando com a festa que a empolgada Leões da Fabulosa fazia no Canindé.

Mas a Portuguesa mostrou futebol de qualidade e se não venceu, acabou com a seqüência de 10 vitórias do Santos, que continua na liderança do Paulistão. Mas hoje ficou devendo, até porque o Santo André derrotou o Paulista por 4 a 1 e está apenas a dois pontos do líder. 

Dentinho, um fenômeno 

O Corinthians tem jogadores consagrados, inclusive o Fenômeno. Mas quando pode contar com Detinho é outra coisa. E não digam que não.

E como vem acontecendo, o Timão entrou em campo sem Dentinho. Mas bastou o São Caetano complicar e a torcida gritar o seu nome, Mano Menezes atendeu e, as 40 minutos do segundo tempo, Dentinho fez o unico gol da partida, o Corinthians venceu e agora respira melhor no Paulistão.

Viva Dentinho.

Washington faz os gols e Ceni defende pênalti

No primeiro tempo só deu Washington e Rogério Ceni. Se o atacante marcou os dois gols nos primeiros 45 minutos, o goleiro defendeu um pênalti quando o resultado era de 1 a 0.  No segundo nada aconteceu, o tricolor administrou a vantagem e derrotou a Ponte Preta por 2 a 0, em Campinas. Agora, ocupa a terceira colocação e sonha com o título.

 

 

Por Maria às 21h11

Frase da semana

"Quem nunca brigou ou saiu no tapa com a mulher?"

(Bruno, goleiro do Flamengo)

Por Maria às 17h05

Enfim, o futebol brasileiro em festa

Hoje, o futebol brasileiro tem o que comemorar: o Botafogo, líder do Grupo B, pega o Fluminense, que espera retornar ao primeiro lugar do Grupo A, posição assumida ontem pelo Flamengo na vitória de 4 a 0 sobre o Resende.

No Canindé, nem se fala: tem Robinho, Neymar, Ganso, André e tantos outros... É que o Santos, líder disparado do Paulistão, enfrentará a Portuguesa. Jogo complicado? Sim. Por isso mesmo, delicioso para se acompanhar.

Na Arena da Baixada, o duelo Atlético PR x Coritiba. Vai pegar fogo, mas apenas dentro de campo e de forma leal. Que na aquibancada as torcidas festejem e comemorem num clima de  paz absoluta.

Na verdade, tres históricos e tradicionais clássicos do futebol brasileiro.  

Por Maria às 11h28

Acredite Adriano, a vida é bela

Cansado da Itália, mais precisamente da cidade de Milão, Adriano abandonou o Internazionale em abril do ano passado afirmando que não queria mais jogar futebol. Porém, aceitou a proposta do Flamengo e deixou os italianos na mão. Agora, a história parece se repetir: pelo desenrolar de mais uma crise, o Imperador está propenso a encerrar a carreira novamente.  E, em vez de entrar no Raulino de Oliveira para cumprir suas obrigações com o Flamengo e enfrentar o Resende, ele viajou com a família para o belo balneário de Búzios, a fim de se refazer de problemas existenciais causados pela briga com a namorada num baile funk como se falou ou simplesmente num bar no Complexo do Alemão, onde também estavam alguns jogadores do Flamengo.

Mas vamos ao jogo. Felizmente do grupo que estava na favela da Chatuba, apenas Adriano não foi a Volta Redonda e, embora seja um atacante de qualidade, tanto que atuou em Londres como titular da seleção brasileira, não fez tanta falta assim: o Flamengo ganhou por 4 a 0 e é o líder do Grupo A da Taça Rio. Os gols foram marcados por Bruno Mezenga, Léo Moura, Vinícius Pacheco e Vagner Love.

No meio da semana, o Flamengo enfrentará o Caracas, em Caracas, pela cobiçada Copa Libertadores da América, sem contar mais uma vez com Adriano, justamente o jogador mais caro do elenco e o que  mais falta aos treinos. Aliás, não falta. A diretoria é que o libera dos exercícios. 

Uma pena. O Imperador não consegue aproveitar tudo aquilo que a vida lhe proporciona. Quantas pessoas lá mesmo no Complexo do Alemão são bem mais felizes.

Por Maria às 00h00

Sobre o autor

Antonio Maria Filho é jornalista esportivo desde 1970 e cobriu as últimas 9 Copas do Mundo. Esteve a serviço em duas Olimpíadas e dois Mundiais sub-20. Também marcante em sua carreira foi seguir todos os passos do Flamengo na conquista do Mundial Interclubes, em 1981, no Japão, na final contra o Liverpool.

Sobre o blog

Baseado no Rio de Janeiro, o Blog do Maria dirige o olhar treinado do experiente jornalista para o futebol atual e traz bastidores do mundo esportivo acumulados ao longo de quatro décadas de carreira.