Blog do Maria

17/04/2010

Frases da semana

"Cheguei a vender o celular para comprar crack"

(Jobson ao falar sobre sua dependência com a droga)

 

 “Todo mundo tem o sangue vermelho, tem um coração, tem um pulmão (sic)”

(Adriano ao comentar a crise do Fla)

 

“Alessandro, joga no feijão”

(Joel Santana ao orientar exercícios de cruzamentos no treino do Botafogo)

 

Estou arrependido e peço desculpas a todos. Isso não vai mais acontecer”

Danilo, com sinceridade, após o triste episódio em que chamou Manoel de macaco)

 

 

 

 

Por Maria às 16h56

Perguntar não ofende

Petkovic será capaz  de empurrar e acusar Bruno de fazer corpo mole, caso ele cometa alguma falha daqui para frente?

Por Maria às 09h28

Bruno e Danilo, dois casos mal resolvidos

O que levou Bruno acusar Petkovic de fazer corpo mole na partida contra a Univesidad Católica, pela Libertadores?

Sinceramente, não consigo entender a razão desta grave e descabida acusação.

Como não acredito que o sérvio tenha digerido a atitude do goleiro e capitão da equipe que chegou a empurrá-lo.

Andrade explicou que Bruno e Pet tiveram “conversa de homem” e ficou tudo resolvido.

Poderia não ser "conversa de homem", a conversa entre dois homens?

Outro incidente e até mais sério foi o episódio em que Danilo, do Palmeiras, chamou de “macaco” o zagueiro Manoel, do Atlético PR. 

Pelo comportamento racista, o jogador palmeirense corre o risco de pegar uma pena de até três anos de prisão.

Fico aqui tentando descobrir o que leva um jovem a agir de forma tão preconceituosa. E acho que os pais, por não saberem educar seus filhos, são de repente os principais culpados.

 

Por Maria às 00h54

16/04/2010

Joel prepara Botafogo contra a crise do Fla

Dunga gostava de ouvir o "professor" Joel Santana na época de Vasco, em 1987

 

A crise vivida pelo Flamengo dentro e fora de campo será tema numa das conversas de Joel Santana  com os jogadores do Botafogo.

Mas não pensem vocês que ele dirá:  “Pessoal, a hora é essa, eles estão sufocados ...” dando a entender que o Botafogo enfrentará na decisão um time  desmoronado...  caído...

Nada disso, experiente na profissão (já cochichou muito no ouvido de Dunga quando era técnico no Vasco), o “Professor”  vai mesmo é alertar sua equipe sobre o perigo de enfrentar um adversário que navega em mar agitado e precisa se livrar da tempestade de qualquer maneira.

E está certíssimo. Joel Santana sabe que, de repente, seria até melhor enfrentar um adversário sem problemas e de certa forma acomodado por não precisar provar coisa alguma.

E mais. A prancheta dele deve estar tão desenhada com jogadas do Flamengo com e sem Adriano; com e sem Petkovic; e com e sem Kleberson (e muito mais), que poderia perfeitamente ser indicada para o Guinness World Records, tal o número de rabiscos.

 

Por Maria às 10h35

15/04/2010

Bruno x Petkovic. Que coisa...

"Não convidem o goleiro Bruno e Petkovic para a mesma mesa. No intervalo do jogo em Santiago, o goleiro deu um chega pra lá no sérvio".

A notícia é quente e me chegou agora através de uma fonte quentíssima.

Por Maria às 22h18

Carta de Kleber Leite para Patrícia Amorim

Prezada Presidenta Patrícia Amorim ,
 
Através desta,  gostaria de falar com o coração, sem jamais perder a razão, da seguinte forma:
 
1 - A decisão tomada pelo presidente Ricardo Teixeira, após ouvir seu diretor jurídico, definindo o troféu conhecido como " Taça das Bolinhas " para o São Paulo foi tomada sem que a principal peça deste processo fosse considerada. Como deve ser do seu conhecimento, em 1997, quando da reunião para receber o Sport Clube Recife como novo integrante do clube dos Treze, na condição de presidente do Flamengo,  condicionei a aprovação por parte do Flamengo e, consequentemente a unanimidade necessária para aprovação (era estatutário), a um documento assinado por todos os presidentes, inclusive o Sport Recife, que deveria ser entregue pelo presidente do Clube dos Treze ao presidente da CBF, solicitando que Flamengo e Sport fossem declarados campeões de 1987 e, consequentemente, Internacional e Guarani, vice - campeões. Este documento foi assinado por todos. Este documento representava a opinião unânime dos clubes que integravam o Clube dos Treze, inclusive, seu novo membro, o Sport  Clube Recife. Esta foi uma decisão do Clube dos Treze. Esta decisão unânime corrigia um fato histórico. Há quem imagine que Flamengo e Internacional não jogaram respectivamente contra Sport e Guarani , por vontade própria. Nada disso. Flamengo e Internacional não foram à campo por DETERMINAÇÃO UNÂNIME do Clube dos Treze, em 1987. Em síntese, esta correção histórica não é problema do Flamengo. O problema é, e, sempre foi,  do Clube dos Treze.
 
2 - Em inúmeras oportunidades, ainda na condição de presidente e, mais recentemente na de vice-presidente de futebol, tentei fazer com que o presidente do clube dos Treze, Dr. Fábio Koff, viesse ao Rio de Janeiro entregar em ato político o documento de 1997 ao presidente da CBF , Dr Ricardo Teixeira. Jamais consegui. Houve certa vez um depoimento do Dr. Fábio afirmando que mandara o documento pelo correio. A CBF afirma nunca ter recebido. Resumo da ópera: Está mais do que claro, que ao longo do tempo, ao invés de se preocupar em restabelecer a verdade, o Dr. Fábio Koff  foi " empurrando com a barriga " para politicamente não ficar atritado com o Sport e, posteriormente,  também com o São Paulo.
 
3 - Esta ação do presidente da CBF, decidindo, sem que tivesse acesso à principal peça do processo deixa o Dr.Fábio Koff em uma " sinuca de bico " . Agora não há mais como fugir do problema. Não tem ele como não ir a CBF e, em ato político, solicitar ao presidente da CBF, que diante de relevante fato novo, modifique sua decisão inicial e, que se faça justiça. Quem tem a OBRIGAÇÃO de ir a CBF, provocar o encontro e, mudar o curso da história, é ele.  A sua presença, presidenta Patrícia, levando o documento será uma ação rubro - negra em causa própria. A presença do Dr. Fábio Koff entregando o documento ao Dr. Ricardo Teixeira, será a manifestação democrática e unânime, dos  20 clubes que formam o Clube dosTreze .
 
4 - Lamento profundamente a posição, através dos mais infelizes depoimentos e ações, por parte do presidente do São Paulo, que deveria ter tido a dignidade de, publicamente, confirmar os compromissos assumidos pelo São Paulo, em duas oportunidades. Em 1987, determinando que o Flamengo não jogasse contra o Sport e , em 1997, solicitando que esta entidade proclamasse Flamengo e Sport campeões de 1987.
 
5 - Como qualquer rubro-negro ,  o meu único desejo é  que, a partir de agora tudo fique claro  e, que este episódio chegue a um final feliz. Pessoalmente será uma vitória extraordinária ter produzido a peça decisiva neste processo. Como rubro-negro, a realização  de um sonho e, o final de um martírio. Como ser humano constatar a vitória da verdade.
 
6 - Para encerrar. Alguém imaginar que eu pudesse fazer parte de uma trama, como vingança pela sua opção na recente  eleição no Clube dos Treze, somente não me conhecendo (o que não é o seu caso) ou tendo um caráter demoníaco, capaz de admitir que alguém, em algum momento, possa querer prejudicar a maior paixão de sua vida, além de ignorar ética e sentimento de justiça.
 
Acabo de reparar que foram seis itens . Coincidência com o Hexa .
 
Boa sorte. Que Papai do Céu ilumine você. Que o Dr. Fábio venha entregar o documento. Que o Dr. Ricardo o considere e, finalmente oficialize o nosso Hexa .
 
Saudações rubro-negras ,
 
Kleber Leite.

Por Maria às 22h13

Flamengo em estado de paz

                                                                            Foto do Maria

Adílio, na Gávea, cercado pelos representantes do Liverpool

 

Tóquio, 1981. O time do Flamengo perfilado aguarda o momento de entrar em campo para decidir o Mundial Interclubes. Os jogadores do Liverpool, também enfileirados, começam a rir e a debochar dos rivais, que, abraçados, iniciavam uma  "Ave Maria".

A atitude dos ingleses mexeu com os brios de todos os rubro-negros. O time dirigido por Carpegiani entrou em campo irado e derrotou o Liverpool por 3 a 0, conquistando um título histórico.

O tempo passou e hoje a relação Flamengo-Liverpool é a melhor possível. Diria até: de paz absoluta. 

Tanto que os dois clubes acertam pareceria num programa destinado à formação de craques. Jogadores das categorias de base dos dois países farão intercâmbio.

Um dos executivos do projeto será Adílio, que naquela partida em Tóquio marcou um golaço, o segundo do Flamengo.

Representantes do Liverpool foram à Gávea nesta quinta-feira e, acompanhados do ex-jogador, deram início aos trabalhos.

Mas, oficialmente, o pontapé inicial do projeto será dado amanhã, quando os ingleses conversarão com a presidente Patrícia Amorim.

Adílio disse que será acertado um amistoso entre Flamengo e Liverpool para o ano que vem num jogo comemorativo aos 30 anos da conquista em Tóquio. 

Por Maria às 17h06

Flamengo em estado de guerra

                                                                                                             Foto do Maria

          

  Patrícia Amorim, entre membros da sua diretoria, mostrou-se firme e disse que o Fla lutará até o fim

 

 

A presidente do Flamengo, Patrícia Amorim, além de se confessar perplexa em razão de a CBF anunciar que o título do Brasileiro de 1987 pertence ao Sport, disse em bom tom:

- A briga está apenas começando. Já tenho várias provas de que o Flamengo cumpriu em 1987 tudo o que ficou determinado. Correrei atrás de outras evidências para provar que o Flamengo conquistou o título no campo.

E continuou:

- Cumprimos tudo aquilo que estava determinado pelo Clube dos 13, que organizou a competição. O Flamengo, até pela sua história, não conquista seus títulos através de tribunais, seja futebol, ginástica, judô, remo, basquete. E foi o que o futebol fez em 1987.

Sobre a Taça das Bolinhas que será entregue ao São Paulo, Patrícia deixou bem claro.

- Aceitamos dividir o título com o Sport, agora o Troféu não poderá ser entregue ao São Paulo porque fomos pentacampeões antes.

Representantes de torcidas disseram que em breve haverá manifestação de protesto em frente ao prédio da CBF. Há inclusive quem pretenda organizar o enterro simbólico do presidente da entidade, Ricardo Teixeira.

É, gente, como postei ontem, o problema não está resolvido. Pelo menos, o Flamengo não se considera vencido.

- Faremos 24 horas de vigília diária até 31 de dezembro de 2012, quando terminará o meu mandato - disse Patrícia Amorim., que vai conversar com Ricardo Teixeira. 

Por Maria às 14h35

Corinthians classificado e o Fla ameaçado

Corinthians derrotou o Racing-URU por 2 a 0, em Montevidéu,  garantiu sua classificação para a próxima fase da Libertadores independentemente de qualquer resultado e parece sobrar na turma. Lidera o Grupo 1 com seis pontos de vantagem sobre a equipe uruguaia.  

Já o Flamengo corre sérios riscos na Libertadores: perdeu de 2 a 0 para a Universidad Católica, em Santiago, e se a fase de classificação terminasse agora a equipe rubro-negra estaria eliminada. Sem Adriano, que, mesmo liberado pelo Departamento Médico, não viajou com a delegação, o time jogou muito mal. Talvez tenha sido sua pior atuação este ano e o resultado de 2 a 0 foi até barato.

O Internacional empatou em 0 a 0 com o Emelec, ocupa a segunda colocação, mas sua situação é melhor que a do Flamengo porque tem dois pontos a mais que a equipe rubro-negra e está entre os  16 classificados

Se a fase classificatória terminasse agora, os 16 melhores melhores colocados:  Corinthians, Alianza Lima, Universidad de Chile, Once Caldas, Cruzeiro, Deportivo Quito, Libertad, Nacional, São Paulo, Estudiantes, Vélez, Universitário, Internacional, Banfield e os mexicanos Chivas Guadalajara e San Luis.

  

Futebol da "Selesantos" parece encantado   

Fluminense venceu a Portuguesa , por 1 a 0 (gol de Fred), o Vasco derrotou Corinthians-PR pelo mesmo resultado (Léo Gago marcou), mas o grande destaque da Copa do Brasil foi o Santos, que goleou o Guarani por 8 a 1, tendo Neymar, autor de cinco gols, como grande destaque. Robinho fez dois e Marcel um.

Impressionante o momento vivido pela equipe dirigida por Dorival Júnior. O Santos apresentou futebol de primeiríssima qualidade, aliás como tem mostrado ao longo do próprio Paulistão.

Como principais virtudes do Santos, podemos destacar o toque de bola rápido e inteligente, a objetividade e a visão de gol dos jogadores. Outros resultados: Grêmio 3 x 1 Avaí, Atlético-MG 1 x 0 Sport, Santa Cruz 1 x 2 Atlético Goianiense.

 

 

Por Maria às 01h12

14/04/2010

Briga pelo Troféu das Bolinhas vai render

      

 

Se o Flamengo é penta ou se o primeiro pentacampeão é de fato o São Paulo como anunciou a CBF e merece ficar com o troféu das bolinhas, já não sei mais quem tem razão.

Infelizmente no Brasil, as leis sempre dão brechas para várias interpretações.

Se as prerrogativas permitem que alguns bandidos vivam em liberdade através de recursos, não tem nada demais um título de campeão de futebol ficar anos e anos sem dono.

E mesmo que este caso não dê brechas a recursos (para mim está decidido desde 1987), haverá discussão para o resto da vida entre os torcedores.

Até porque, a briga começou há mais de 20 anos e pelo jeito a discussão não acabará nunca.

Infelizmente, no Brasil é assim. E, sendo assim boa sorte para todos..

Mas vale lembrar que o Tribunal Regional Federal considera o Sport (PE) campeão brasileiro de 1987 há bastante tempo por cumprir o que o regulamento da CBF mandava. 

Por Maria às 16h24

Calma gente, Fla não decide a Libertadores hoje

                               Time da final da Libertadores

Mozer, Raul, Marinho, Nei Dias, Andrade e Júnior

Agachados: Tita, Leandro, Nunes, Zico e Adílio

 

Tudo bem que é Libertadores e o Flamengo enfrentará uma equipe chilena em Santiago.

Mas garanto a vocês que, ao contrário do clima que está sendo criado, o Flamengo x Universidad Católica de hoje não tem nada a ver com o que aconteceu nos confrontos contra o Cobreloa, em 1981.

Principal diferença: aqueles jogos decidiam a Libertadores e o de agora  apenas faz parte da tabela de uma competição que sequer chegou às oitavas-de-final.

Como cobri os três jogos decisivos (Fla 2 a 1, no Rio; Cobreloa 1 x 0, em Santiago; e Fla 2 x 0, em Montevidéu), vivendo o dia a dia dos jogadores, sinto-me à vontade para dar uma de “gato mestre”.

E posso dizer que os problemas começaram na segunda partida, no Estádio Nacional, em Santiago.

Como o Flamengo vencera no Maracanã, o Cobreloa tinha que dar o troco de qualquer maneira para provocar o terceiro jogo.

Já no desembarque em Santiago percebemos um clima pesado. Houve provocações de funcionários e mesmo das pessoas que chegavam ou aguardavam embarque.

No hotel, sentia-se má vontade no atendimento e certa ironia por parte dos funcionários. No Estádio Nacional,  nem se fala: as vibrações vindas da arquibancada eram as piores possíveis.

O Cobreloa foi tão desleal e bateu tanto nos jogadores do Flamengo que os corredores do andar do hotel onde a delegação rubro-negra estava hospedada, parecia com os de um hospital tal o número de “pacientes”.

Quase todos os jogadores andavam com sacos de gelo no joelho, tornozelo, coxa, ombro, cabeça  e por aí vai.

Ninguém escapou, sendo que Adílio, com feridas no supercílio e no glóbulo ocular, e Lico com a orelha quase decepada e nem jogou a decisão, eram piores. 

A revolta tomou conta da delegação rubro-negra. De lá mesmo, o grupo seguiu para Montevidéu. O clima era de revolta.

Veio o jogo. E o Flamengo deu verdadeiro show de bola no Estádio Centenário.

Quase ao final, 2 a 0 e com o título nas mãos, o técnico Carpegiani decidiu substituir Nunes pelo jovem Anselmo, uma promessa das divisões de base.

Só que Anselmo entrou apenas para dar uma “pregada” em Mário Soto. Segundo os próprios jogadores do Flamengo, o zagueiro chileno disputou vários lances do jogo em Santiago com uma pedra na mão e batia no rosto deles.  

Ninguém de fora da delegação rubro-negra sabia que haveria troco.

Mas como eu e o fotógrafo Almir Veiga, meu companheiro no Jornal do Brasil, estávamos perto do banco do Flamengo, estranhamos aquela substituição no final do jogo.

Naquela época não se procurava ganhar tempo agindo desta forma. Além do mais, Anselmo parecia muito nervoso à beira do campo.

Quando ele entrou e se encaminhou em direção a Mario Soto, ouvimos os gritos de Carpegiani e do supervisor Domingo Bosco: “Anselmo, é esse aí... é esse aí Anselmo”.

Como a bola estava no ataque do Flamengo e as atenções voltadas para aquele espaço do campo, poucas pessoas no estádio viram Anselmo nocautear o zagueiro chileno.  

Almir Veiga, no entanto, pressentindo algo estranho no ar, deixou de lado o ataque do Cobreloa e focou sua tele na direção de Anselmo e se deu muito bem.  

Eu e ele vimos o lance perfeitamente e, pelo que consta, Almir Veiga foi o único a registrar a imagem.  

Na seqüência, Anselmo foi perseguido pelos jogadores chilenos dentro de campo, mas conseguiu chegar ileso ao vestiário do Flamengo.

Depois da partida, ao telefonar para falar com os pais, Anselmo ouviu de sua mãe: “Parabéns pelo título meu filho, mas você vai ficar conhecido pelo que fez com as mãos e não com os pés”. Sábias palavras dona Eti.

Como prêmio, o jovem jogador foi incluído na delegação que no mês seguinte viajou para Tóquio, onde o Flamengo conquistou o Mundial Interclubes.

Portanto, se compararmos o jogo desta noite com o de 1981, o clima de logo mais será de extrema leveza e de verdadeira paz celestial.

 

 

Por Maria às 14h03

13/04/2010

Adriano desfalca o Fla? Normal

O Flamengo enfrenta a Universidad Católica, amanhã, em Santiago, sem Adriano. Alguma novidade?

Como o Imperador desfalca quase sempre a equipe e se envolve seguidamente em sérios problemas extra-campo - recentemente chegou a depor numa delegacia policial - deixei de considerá-lo o mais importante do elenco.  Para mim, é apenas o mais caro.

E sendo o mais caro, Adriano tem obrigação de retribuir ao Flamengo todo sacrifício despendido na sua contratação. Extra-oficialmente, o Imperador ganha em torno de R$ 600 mil por mês.

A torcida rubro-negra também precisa ser respeitada. Só que respeito não se limita a beijar o escudo. O profissional precisa se cuidar para não desfalcar a equipe em jogos decisivos. 

Sei que muitos acham chato esse negócio de comparações. Mas, então, vou chatear: Zico era um jogador tão visado e castigado pelos adversários que, quantas noites, o enfermeiro-massagista Serginho passou na casa do Galinho, submetendo-o a aplicações de gelo, compressas quentes, ondas-curtas... enfim.  

Como se as noites mal dormidas não bastassem, no dia seguinte Zico estava bem cedo na Gávea para ser examinado pelos médicos e dar continuidade ao tratamento.

Esse tratamento intensivo só acontecia, naturalmente, quando havia possibilidade de recuperação. E não era apenas o Galinho que tinha este comprometimento.

Voltando ao jogo de Santiago: a partida será importantíssima para o sonho rubro-negro em termos de Libertadores. Como o Flamengo empatou com Universidad de Chile no Rio, e se manteve em segundo lugar, uma derrota amanhã contra Universidad Católica, complicará sua situação.

De acordo com o regulamento, só se classificam para as oitavas-de-final seis dos oito segundos colocados. São Paulo, Estudiantes, Universitário, Banfield e Velez estão em segundo em seus respectivos grupos com mais pontos ganhos que o Flamengo, que, com sete, iguala-se a Cerro e Racing. Portanto...

 

 

Por Maria às 13h29

12/04/2010

Perguntar não ofende

Emociona a eleição para a presidência do Clube dos 13?

Por Maria às 18h35

Curiosidade de repórter

                                Foto CBF

O presidente do grupo Marfring, Marcos Molina, e o presidente da CBF, Ricardo Teixeira

 

 

O grupo Marfring (Seara) patrocinará a seleção brasileira até a Copa de 2014. Por que os valores não foram revelados?

Por Maria às 17h27

Gaúcho é bom e continua no Vasco

 

                                                                         Divulgação

       

        De pé: Orlando, Leão, Gaúcho, Ivã, Paulinho e Paulo César

           Agachados: Catinha, Paulo Roberto, Dinamite, Zé Mário e Wilsinho

 

O presidente Roberto Dinamite acertou ao manter Gaúcho no comando do Vasco.

Até porque, nenhum treinador que viesse de fora conheceria o Vasco tão bem como Gaúcho, um ex-jogador e que antes de assumir interinamente o comando do futebol profissional, cuidava com carinho das divisões de base.

Quem vem de fora, precisa de tempo para conhecer o elenco e saber as características de cada jogador - é mesmo complicado.

A grande maioria sequer sabe o nome ou consegue identificar fisionomicamente todos os profissionais. Até que isso aconteça, o clube corre riscos de tropeços.

Portanto, Dinamite acertou em manter seu ex-companheiro de time no comando do futebol profissional.

 

 

 

 

 

Por Maria às 11h25

Em tempo: gol legal

 

No post "Fla comemora. Vasco protesta com razão", escrevi: "Não vi pênalti na disputa de bola entre Márcio Careca e Leonardo Moura..."

De madrugada, revendo lances da partida pela televisão, pude ver a mãozinha de Márcio Careca empurrando Leonardo Moura, no pênalti bem cobrado por Vagner Love e que resultou no gol da vitória rubro-negra. “Empurrãozinho” ou “empurrãozão” é falta. Como aconteceu dentro da área, pênalti.

Não importa que tenha sido sutil e bem diferente daquele agarra-agarra de zagueiros nos atacantes em jogadas de cruzamentos para área que os árbitros dificilmente marcam o pênalti. 

A telinha ajuda e ajuda muito. Por isso, faço parte daquele pequeno grupo que defende o uso da tecnologia no futebol até para ajudar o trabalho dos árbitros.  

Mantenho, no entanto, que João Batista de Arruda (sem dolo, claro) errou ao não marcar pênalti na jogada em que Williams levantou o braço para impedir a cabeçada de Thiago Martinelli. Pela imagem da televisão, o apoiador rubro-negro mais parecia um goleiro tentando interceptar a bola centrada para a área.  

Por Maria às 10h40

11/04/2010

Santos garante não morrer na praia

Até que se prove o contrário, o Santos superou o obstáculo mais difícil para conquistar o Paulistão: derrotou o São Paulo por 3 a 2  em pleno Morumbi, com um gol aos 45m.

O segundo ato do espetáculo terá cenário diferente. O Santos receberá o São Paulo, na Vila Belmiro, com tudo a favor, inclusive a brisa do mar.

No Rio, quando os obstáculos mais difíceis são ultrapassados e na hora do vamos ver acontece o desastre, costuma-se dizer: ”Nadou, nadou e morreu na praia”.  

Os santistas garantem que isso não acontecerá e o mesmo prometem os andreenses: o Santo André ganhou do Grêmio Prudente por 2 a 1, em Presidente Prudente, e agora irá enfrentá-los em casa.

Para quem não sabe, na terra onde nasceram Lucélia Santos, os irmãos Diego e  Daniela Hypólito entre muitos outros ilustres andreenses.

 

Por Maria às 22h49

Fla comemora. Vasco protesta com razão

O Vasco tem razões plenas para reclamar da arbigtragem. Mas nada vai adiantar.O Flamengo venceu e está classificado para a final da Taça Rio.

Com a vitória de 2 a 1 (dois gols de Vagner Love, um deles através de um pênalti  inexistente; Thiago Martinelli marcou o do Vasco), a equipe rubro-negra decidirá a Taça Rio com o Botafogo. Se vencer disputará o título Estadual contra o próprio Botafogo, que conquistou a Taça Guanabara. Se perder a equipe alvinegra será a campeã.

Vasco e Flamengo fizeram um jogo igual. Mas o Vasco protesta com razão da arbitragem de João Batista de Arruda, que, mesmo sem dolo, errou em lances capitais.

Não vi pênalti na disputa de bola entre Márcio Careca e Leonardo Moura e considerei penalidade o lance em que William levantou o braço e sua mão tocou na bola cabeceada por Thiago Martinelli na área do Flamengo quase ao final do jogo. Mas o árbitro interpretou de outra forma e ponto final.

Agora, cabe ao Flamengo comemorar e se preparar para enfrentar o Botafogo na decisão da Taça Rio.

Como complicador rubro-negro, o Flamengo jogará contra a Universidad Católica, quarta-feira, em Santiago, pela Libertadores, enquanto o Botafogo terá a semana inteira para se preparar.

Por Maria às 19h45

Portuguesa impede execução de Cuca

Há quem considere Cuca o maior culpado pela derrota do Fluminense. Pelo menos, vários tricolores conhecidos meus (inclusive jornalistas) são favoráveis à demissão dele.  

Eu, particularmente, não concordo.

E explico, perguntando:

"Que culpa tem o treinador no resultado de um jogo se a equipe dirigida por ele encurrala a do adversário quase os 90m;  transforma o goleiro inimigo no grande destaque; seu principal atacante desperdiça um pênalti – não existiu, mas foi assinalado pelo árbitro – ; e, para completar, ela acaba derrotada por um gol irregular"?

Agora, que Cuca subiu no telhado e pode despencar lá de cima a qualquer momento, eu não tenho a menor dúvida.

Como o Fluminense enfrentará a Portuguesa, quarta-feira, no Canindé, pela Copa do Brasil, a execução do bom treinador (e é bom mesmo)  acabou adiada..

Por Maria às 11h44

Sobre o autor

Antonio Maria Filho é jornalista esportivo desde 1970 e cobriu as últimas 9 Copas do Mundo. Esteve a serviço em duas Olimpíadas e dois Mundiais sub-20. Também marcante em sua carreira foi seguir todos os passos do Flamengo na conquista do Mundial Interclubes, em 1981, no Japão, na final contra o Liverpool.

Sobre o blog

Baseado no Rio de Janeiro, o Blog do Maria dirige o olhar treinado do experiente jornalista para o futebol atual e traz bastidores do mundo esportivo acumulados ao longo de quatro décadas de carreira.